Categorias
PIS 2021

Como calcular PIS-PASEP 2019-2020: Confira nosso passo a passo

Como calcular PIS-PASEP 2019-2020 é algo que vem sendo dúvidas para muitas pessoas, e em determinada época do ano, algumas informações divulgadas nas redes sociais e veículos online de informações acabam contribuindo ainda mais nas divergências de informações, pois cada um explica coisas diferente do outro.

Não são todos os trabalhadores que terão direito ao PIS (Programa de Integração Social) em 2019 e em 2020. O programa do abono salarial paga uma valor anual a todos os trabalhadores que estiverem dentro de todos os requisitos exigidos pelo governo.

O programa de Integração Social – PIS  é gerido pela Caixa Econômica para aqueles que estão atuando no ramo privado, porém, aqueles que estão no ramo público: Escolas pública, secretária da fazenda e outros órgãos do governo tanto do estado, município ou federal recebem o PASEP que é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público e será pago pelo Banco do Brasil.

Deve-se atentar ao valor pago, não havendo diferença do servidor público para o privado. Vamos fazer um passo a passo como calcular PIS-PASEP 2019-2020.

O PIS é um programa de transferência de renda governamental, conforme diz o Wikipédia

Como calcular PIS-PASEP 2019-2020

PIS 2019-2020 novas regras

Desde o ano de 2015 que foi marcado por várias situações que acabaram deixando vários cidadãos na mão, principalmente os trabalhadores que contavam com certos benefícios e que acabaram se deparando com informações que não foram nada agradáveis.

Um exemplo claro é que na época abono salarial PIS, foram anunciadas as mudanças faltando poucos dias para ser pago o valor anual. Em 2015, os nascidos entre janeiro a junho só receberam em 2016, enquanto os nascido entre julho a dezembro conseguiram ter acesso ao benefício ainda em 2015.

E assim continuou até 2019 e parece que vai continuar este calendário por muitos anos.

Conheça agora as regras do PIS:

  • Ter pelo menos 5 anos de cadastro no PIS
  • Ter trabalhado pelo menos 30 dias no ano base, sem interrupção.
  • Ter recebido até dois salários mínimos
  • RAIS enviada corretamente ao Ministério do Trabalho
  • Pagamento proporcional ao tempo trabalhado

O pagamento sendo proporcional o trabalhador só receberá o equivalente a quantidade de meses trabalhados no ano anterior ao do calendário de pagamento. É um calculo parecido como o 13º salário. Logo abaixo vamos explicar como calcular PIS-PASEP 2019-2020.

Mais sobre:

Novas Regras do PIS 2019-2020

Quem tem direito ao PIS

Para se beneficiar com o Programa de Integração Social, o famoso PIS, é necessário ser um cidadão devidamente cadastrado no programa por pelo menos 5 anos.

É importante também possuir o cartão cidadão, cartão esse que está agregado a vários benefícios (caso esteja cadastrado e apto a se beneficiar).

Não bastando 5 anos de cadastro, também é necessário ter trabalhado por pelo menos 30 dias ininterruptos no ano base (ano anterior ao pagamento), não poderá ter ultrapassado a média de dois salários mínimos e ter a RAIS (Relação Anual Informações Sociais) entregue dentro do prazo estipulado pelos órgãos competentes.

Caso o cidadão esteja enquadrado em todos os requisitos listados acima, basta se basear com o calendário oficial do PIS 2019-2020 para verificar qual a data correta para efetuar o saque do abono salarial do PIS 2019-2020.

Veja agora como calcular PIS-PASEP 2019-2020 com as novas regras do PIS, levando em consideração o tempo de serviço trabalhado.

como calcular PIS-PASEP 2019-2020

Mesmo com as explicações dadas, muita gente ainda tem dúvidas sobre o PIS, o que não é nada anormal. Há dúvidas referente ao salário mensal, como férias, horas extras e outras bonificações, também há dúvidas sobre salário + auxílio doença, maternidade.

Mostraremos como calcular PIS-PASEP 2019-2020 com passos claros afim de sanar todas as dúvidas frequente.

  1. O primeiro passo para realizar o cálculo do PIS é pegar o valor recebido mensal;
  2. Pegar a quantidade de meses trabalhado e multiplicar pelo valor recebido mensal;
  3. Pegar o valor encontrado na soma de salário x meses e depois dividir pela quantidade de meses trabalhado.

Exemplo:  Pedro recebe R$ 1000,00 fixo e trabalhou por 4 meses, logo a média salária será:

R$ 1000 x 4 = R$ 4.000,00

R$ 4.000 / 4 = R$ 1000,00

como calcular PIS 2019

Pedro poderá receber o PIS, porque não passou o valor de dois salários mínimos mensal.

Mas nas novas regras do PIS 2019 ele não receberá um salario integral de um salário minimo, haja vista que ele trabalhou 4 meses, então Pedro vai receber o valor referente a quatro doze avos ou 4/12.

O calculo do PIS 2019 para Pedro será o seguinte:

A média salarial dele R$ 998,00 x 4/12 = R$ 333,00

Portanto Pedro irá receber R$ 333,00 de PIS 2019-2020, conforme o calculo PIS 2019-2020, o equivalente a quantidade de meses trabalhados.

Tabela de valor do abono 2019

Confira todos os valores entre 1 a 12 meses de trabalho.

Como calcular PIS-PASEP 2019-2020

Conclusão como calcular PIS-PASEP 2019-2020

Com a dotação das novas regras do PIS, o pagamento do abono não será mais de um salário mínimo para todos os trabalhadores, como acontecia até 2015, agora é de acordo o tempo de serviço, quando menos tempo, menos o valor do PIS 2019-2020.

como calcular PIS-PASEP 2019-2020 não é tão complicado, basta dividir o valor atual do salário mínimo por 12 e multiplicar pela quantidade de meses trabalhados no ano-base, bem simples, não?

Qualquer dúvida, opinião, deixa um comentário que responderemos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *